PORTAL DA AVIAÇÃO

ARQUIVO DA AVIAÇÃO - Este Portal da Aviação visa oferecer o conhecimento e informações com seriedade e respeito sobre a Aviação, com Manuais Técnicos e de Voo, Video-Aulas, Como Voar? Como Pilotar? Aviões antigos, atuais e futuros, História, Construção, Aerodinâmica, Documentários, Filmes, Eventos, entre tantos outros.

TRÁFEGO AÉREO EM TEMPO REAL

TRÁFEGO AÉREO EM TEMPO REAL
CLIQUE NA IMAGEM PARA VER O TRÁFEGO AÉREO EM TEMPO REAL

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Voos de DRONES (VANT ). Entenda Melhor! - LEGISLAÇÃO

Legislação
Muitas pessoas acreditam que não há regulamentação no Brasil para o uso de RPA e até mesmo para o voo de aeromodelos. Isso não é correto. O ARQUIVO DA AVIAÇÃO foi procurar informações junto aos órgãos competentes. Há uma Circular de Informações Aeronáuticas especialmente dedicada ao tema,  a AIC N 21/10 – VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS, conforme citado acima.
Para o caso de aeromodelos, há a Portaria DAC nº 207, que estabelece as regras para a operação do aeromodelismo no Brasil. 
Assunto do momento, os voos de aeronaves não tripuladas, que vêm se difundindo pelo mundo nos últimos anos, suscitam ainda muitas dúvidas, confusões e curiosidades na busca pela informação correta. De fato, é até certo ponto compreensível, uma vez que a tecnologia começou a ser popularizada muito recentemente e praticamente todos os países ainda buscam as melhores soluções para uma regulamentação da atividade em detalhes de modo a viabilizar a segurança necessária, sobretudo diante dos prognósticos do crescimento exponencial da atividade.
Um Veículo Aéreo Não tripulado não é um brinquedo e não pode ser considerado como tal. Possui regras próprias que diferem da já conhecida atividade de aeromodelismo e, por isso, precisa de certificação e autorização para voo. Mas como solicitar estas autorizações? O que fazer para operar uma aeronave destas no Brasil? Qual a legislação pertinente à atividade? Qual legislação ainda será criada? Qual a diferença entre drone e VANT? O que é um RPA?
O objetivo deste post é esclarecer ao menos os princípios básicos a respeito das autorizações para voos não tripulados, no âmbito do DECEA, e as normatizações (existentes e previstas) referentes ao assunto no País. 
MAIS INFORMAÇÕES CLIQUE ABAIXO NA SALA DE IMPRENSA DO DECEA: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário